quinta-feira, 22 de outubro de 2009

"Glamorous Indie Rock 'n' Roll"

Bem, por onde começar, a primeira coisa indie que eu ouvi foi com certeza o The Killers, isso quando era 2004, e via os clipes do Multishow. Surgiu uma música ótima, bem humorada, que tinha guitarras e teclados, e bem, o clipe tinha vultos de mulheres nuas, logo, isso agrada qualquer um, he he (ainda mais quando se tem 10 anos).

Não prestei atenção no nome da banda, ou no da música, mas ela era boa, muito boa, ao ponto de alguém sem saber inglês cantar ela (mesmo sem entender).

Então, bem, eu descobri novamente a banda, e também que ela era indie e me perguntei se não havia mais de onde partiu isso. Baixei "Mr. Brightside", "When you were young", "Shadowplay" um cover que eles fizeram do Joy Division, e nem conhecia Joy division, aliás, não conhecia nada, nem guns, zeppelin, ramones, beatles, stones, oasis, strokes, nada, era o começo de 2006 por ae.

Nunca fui de baixar discos e conhecer bandas novas, apenas via MTV e Multishow, e as bandas que eu gostava eu baixava aquela música específica, até que, meu pc pifou. Ganhei um antigo que ainda funcionava, e com 15 Gbs livres decidi baixar álbums, me lembro como se fosse hoje: baixei Wolfmother, Strokes, Datarock, Franz Ferdinand, Oasis, qualquer coisa que aparecesse e me saltasse aos olhos eu baixava. E era incrível, simplesmente incrível, era mais ou menos o final de 2007.

Então pensei "bem, eu gosto da música, que tal o resto?". Vi filmes, programas de tv, comportamentos, livros, tudo que pudesse ser relacionado aquela cultura. Era ótimo aquele turbilhão de coisas novas acontecendo e tudo aquilo incrível aparecendo. Eu antes ouvia de tudo, desde simple plan até Robert Johnson. E bem, eu abandonei esse lado Simple Plan, Hateen, etc.

Começei a ter aulas de violão, comprei uma guitarra porque o violão não tocava nirvana como devia e eu precisava ter aquele som. Foi basicamente a minha escolha sobre o “modelo ideológico-musical adolescente” a se seguir, e o irônico é que comecei a ouvir rock no programa que mais passava pop, e que comecei a ver por causa de clipes da Kelly Key e da Ivete Sangalo (não riam, todos temos um passado triste).

Bem, isso tudo sobre como começei, e, o resto é história. Eu sou o Gustavo e vou escrever sobre comportamento, música e filmes nesse blog, espero que tenham gostado desse pequeno post e que apreciem meus próximos. Até lá

I’M A GOLDEN GOD


P.S.: Ainda Ouço The Killers, e até hoje tento descobrir o que estava escrito na bateria do clipe do "Mr Brightside"

Ouça se gostar de: Música eletrônica, pop-rock leve, New Order, Joy Division
Ouça: Somebody told me; Don't Shoot me Santa; Mr. Brightside; Jenny was a friend of mine; Andy you’re a Star

P.S.2: Quem falar de onde é a minha frase do golden god primeiro ganha a chance de me sugerir um assunto para o outro post!

P.S.3.: Um novo texto toda sexta

P.S.4.: Adaptado, melhorado, corrigido e expandido, do meu antigo blog desativado http://rockgoestoschool.blogspot.com

Um comentário:

  1. I’M A GOLDEN GOD
    ganhei!

    prazer, eu sou evil monkey amigo do alexandre.

    sim, aquele cara no "outros blogs legais".

    emfim, gostei da sua postagem sobre rock, eu adoro rock e a sua história é bem parecida com a minha, exceto pelo fato de que eu não toco guitarra.):

    ahhh, quem me dera...

    bem, eu não vou sugerir artigos pois eu também tenho um blog, e todas as idéias(por pior que sejam)tem que ser utilizadas por mim.Mas eu posso sugerir um tema:filmes antigos!

    adeus...
    ...

    ResponderExcluir